O Conceito de Obediência na Relação Pais e Filhos

O Conceito de Obediência na Relação Pais e Filhos - Caetano,Luciana Maria | Hoshan.org Leia o livro diretamente no seu navegador. Baixe o livro em formato PDF, TXT, FB2 em seu smartphone. E muito mais em hoshan.org.

EM FORMAÇÃO

AUTOR
Caetano,Luciana Maria
DIMENSÃO
11,78 MB
NOME DO ARQUIVO
O Conceito de Obediência na Relação Pais e Filhos.pdf
ISBN
5341536281904

DESCRIÇÃO

Um certo mal-estar tem rondado a sociedade contemporânea: são cada vez mais freqüentes as notícias sobre atos violentos praticados por adolescentes, ao mesmo tempo que pais e professores reclamam do comportamento das crianças: elas não obedecem nem respeitam os adultos. O que pode estar acontecendo? O problema é da escola ou da família?Para tentar responder a essa questão, Luciana Maria Caetano dedicou-se ao estudo da Pedagogia e da Psicologia, buscando entender o conceito de obediência nas crianças e a construção da personalidade moral dos adolescentes. Ela investigou os elementos que norteiam a conduta dos pais e os critérios utilizados para a punição de crianças desobedientes. Além disso, verificou a qualidade da relação estabelecida entre as famílias e as escolas, o que os pais desejam e esperam.Este livro apresenta os resultados de sua pesquisa sobre o julgamento moral de pais e mães, com o objetivo não apenas de descobrir o que eles pensam a respeito de obediência, mas buscando também compreender os conceitos que norteiam os adultos em relação aos cuidados necessários ao pleno desenvolvimento da personalidade das crianças. O trabalho, realizado à luz da teoria de Jean Piaget, revelou que, de modo geral, os pais não sabem o que fazer diante do desrespeito das crianças às regras estabelecidas e acabam agindo de forma instável, ambígua, e aplicando castigos desmesurados em relação às infrações cometidas e à idade de seus filhos, esquecendo-se que o mais importante é a reflexão e o respeito que devem permear qualquer relacionamento humano.Diante desse quadro, é extremamente oportuno o convite da autora ao debate sobre o tipo de pessoas que queremos formar: obedientes, submissas e conformistas ou virtuosas, autônomas e felizes.

Filhos ... No entanto, segundo Ramires (1997), como resultado de uma pesquisa qualitativa com realização de entrevistas semiestruturadas com 12 pais, foi encontrado que, no que tange o modelo de relacionamento pai-filhos/filhas, existe. um desejo de reformulação, reparação e resgate, na relação com os filhos/filhas, da vivência com o próprio pai. O filho, na época com apenas três anos, começou a ter problemas na escola, pois sempre que era contrariado, repetia o que ouvia em casa.

O conceito de família tem se degenerado e os valores que norteiam a relação familiar têm sido invertidos. Nesta primeira lição, seus alunos aprenderão sobre a obediência aos pais dentro da relação pais e filhos. pela relação pais-filhos e pelos sentimentos surgidos e expressos na convivência doméstica: de um lado os "maus sentimentos" gerados pelo poder total, direito de vida e de morte, que era concedido ao pai; de outro, caracterizando o modelo nuclear, o dever paterno de proteção, baseado no sentimento de amor. O bom relacionamento entre pais e filhos contribui de diferentes maneiras para o desenvolvimento dos pequenos em todas as etapas.

LIVROS RELACIONADOS