Masculino Feminino - Experiências Vividas

Masculino Feminino - Experiências Vividas - Boff,Leonardo Ribeiro,Lucia | Hoshan.org Temos o prazer de apresentar o livro . em PDF, TXT, FB2 ou qualquer outro formato possível em hoshan.org.

EM FORMAÇÃO

AUTOR
Boff,Leonardo Ribeiro,Lucia
DIMENSÃO
11,33 MB
NOME DO ARQUIVO
Masculino Feminino - Experiências Vividas.pdf
ISBN
1697689782851

DESCRIÇÃO

Um traço no título de MASCULINO/FEMININO, de Leonardo Boff e Lúcia Ribeiro, é a principal marca de originalidade da obra em que os dois discutem, cada um a partir da sua experiência de vida e vivência pessoal, o lugar e o papel de homens e mulheres no século XXI. Ao invés das oposições que até recentemente ainda caracterizavam o debate sobre o tema, o traço que une estes dois autores é o da complementaridade. Assim, Boff, um autor homem, complementa a visão de Lúcia. E ela, uma autora mulher, complementa a visão de Boff. Juntos, eles constroem uma obra cujo traço principal é o diálogo. MASCULINO/FEMININO reúne o conteúdo de duas conferências proferidas num círculo fechado de amigos e amigas vindos de várias áreas do saber, da teologia, da filosofia, da ciência política, da sociologia, da pedagogia e da educação popular em Correias, bairro de Petrópolis, cidade serrana do Rio de Janeiro. Nelas, Lúcia Ribeiro e Leonardo Boff expõem, por meio de uma narrativa pessoal e subjetiva, a maneira como cada um vivenciou e procurou integrar a sexualidade e os princípios do masculino e do feminino a sua trajetória pessoal. Com Lúcia Ribeiro,acompanhamos a trajetória de uma mulher que, nascida na década de 1930, foi educada segundo parâmetros bem tradicionais, estudou em colégio de freiras e teve sua sexualidade reprimida e orientada de acordo com os padrões normais para a época: o grande marco na vivência do masculino/feminino foi a relação amorosa com aquele que se tornou seu marido. A partir daí novos horizontes pessoais e profissionais se apresentaram. Já Leonardo propõe a seguinte questão: toda pessoa é portadora do masculino e do feminino. Será que conseguimos viver bem nossa dimensão do feminino com a lúcida dimensão do masculino, e vice-versa? E após uma pequena introdução teórica sobre o assunto, segue desenvolvendo o tema com uma provocação: de que forma cada um de nós vive a própria realidade tendo que lidar com esses nossos dois aspectos? Os autores ousam expor suas experiências com sinceridade. Os conhecimentos científicos que ambos trazem à cena ajudam a entender a complexidade do fenômeno da sexualidade e da questão de gênero, mas de forma alguma dispensam o recurso à experiência pessoal com seus vai-e-vens, luminosidades e obscuridades inerentes a esta experiência intransferível.

Explique a eles que os gêneros do substantivo masculino e feminino se referem a um conceito gramatical que classifica as palavras. O Sagrado Feminino não exclui o Masculino. Kareemi; FOTOGRAFIA: Brooke Cagle | Unsplash O tema "Sagrado Feminino" tem sido muito popular hoje e parece ser o primeiro contato com uma visão mais amorosa e espiritualizada na busca de muitas mulheres que sentem o chamado para se reconectarem com sua energia feminina. Então para cada um de nós fica um caminho: aceitar a Mãe, o Feminino.

O Novo Começo. O Filho é o Amor. envelhecer no masculino e no feminino.

LIVROS RELACIONADOS