Do Alto do Meu Chapéu

Do Alto do Meu Chapéu - Souza,Glaucia de Andersen,Hans Christian | Hoshan.org Leia o livro diretamente no seu navegador. Baixe o livro em formato PDF, TXT, FB2 em seu smartphone. E muito mais em hoshan.org.

EM FORMAÇÃO

AUTOR
Souza,Glaucia de Andersen,Hans Christian
DIMENSÃO
10,7 MB
NOME DO ARQUIVO
Do Alto do Meu Chapéu.pdf
ISBN
9234785062963

DESCRIÇÃO

Os poemas deste livro foram escritos a partir de papercuts de Hans Christian Andersen, que pertencem a dois acervos dinamarqueses: The Royal Library, em Copenhague, e The Hans Christian Andersen Museum, em Odense. Andersen é conhecido como o pai da literatura infantil. Muitos de seus contos sobrevivem no imaginário de adultos e de crianças até os dias de hoje. Mas o que nem todos sabem é que ele não utilizou o papel apenas para escrever. Usou-o para desenhar e para recortar! Como forma de entreter amigos grandes e pequenos, inclusive enquanto contava histórias, o escritor recortava e criava figuras ricas em detalhes: um mundo de fadas, duendes, pierrôs, aves, bailarinas, compondo um universo fantástico e simétrico. Ao final da história, desdobrava os papéis recortados para seus ouvintes atentos. Embora os papercuts não tenham relação direta com os contos de fadas, as imagens criadas por Andersen, assim como as histórias que escreveu, são repletas de significados para serem desvendados por quem as lê.

As mais variadas edições, novas, semi-novas e usadas pelo melhor preço. Do alto do meu chapéu vejo um moinho de ideias: um castelo de bailarinas, anjos de asas meninas e um cisne jardineiro, brotado ao pé do canteiro. Para saber mais sobre a autora.

A artista Renata Bueno parte do livro "Do alto do meu chapéu" com poemas escritos a partir de papercuts feitos há muitos anos por Hans Christian Andersen para criar encontros de palavras e imagens, desafiando a criação de novos trabalhos com a simetria do papel ... Meu paizinho lá do céu To ajoelhado, sem chapéu Nesta noite de natal E daqui do meu ranchinho Vô lhe fala bem baixinho Pra ninguém não me escutar Eu sei que Papai Noel Não esquece os que têm fé E os que não são pecador Mais não sei qual a razão Papai Noel que é tão bão De mim nunca se lembrou Meu coleguinha do lado Neste Natal ... De outra forma eu teria descoberto tudo antes de tempo e o que a Cristina queria era mesmo registar o meu espanto ao perceber que ia enfarpelar-me a preceito para ser capa, com ela, e miolo central da sua revista. A casaca, já o disse na altura, foi feita em dois dias pelo alfaite Paulo Battista e foi o próprio a tratar do chapéu alto ... A MODA DO MEU CHAPÉU.

LIVROS RELACIONADOS