Tabagismo dos Fundamentos ao Tratamento

Tabagismo dos Fundamentos ao Tratamento - Focchi,Guilherme Rubino de Azevedo | Hoshan.org Leia o livro diretamente no seu navegador. Baixe o livro em formato PDF, TXT, FB2 em seu smartphone. E muito mais em hoshan.org.

EM FORMAÇÃO

AUTOR
Focchi,Guilherme Rubino de Azevedo
DIMENSÃO
9,24 MB
NOME DO ARQUIVO
Tabagismo dos Fundamentos ao Tratamento.pdf
ISBN
2009682091144

DESCRIÇÃO

Literatura abrangente é uma boa indicação de que determinado tema está sendo bem discutido e que boas soluções clínicas podem estar a caminho. Todavia, alguns assuntos, apesar da grande importância clínica e social, sofrem com a exígua produção de literatura médica relevante.

• Afastar objetos ligados ao tabaco (cinzeiro, isqueiro) • Limitar o consumo de excitantes (café, chá, ... barreiras ou obstáculos, por exemplo o medo de falhar ou o receio dos Apesar das quedas na incidência do tabagismo desde 1965, quando os malefícios do tabagismo se tornaram mais evidentes, a prevalência do tabagismo foi substancialmente reduzida, mas essa redução parece ter diminuído nos últimos anos, provavelmente porque os restantes 20% dos fumantes são refratários ao tratamento do tabagismo. O tabagismo possui, atualmente, vários tratamentos bastante eficientes (em média, até cerca de 7 vezes mais eficazes do que tentar parar de fumar sozinho): 1) bupropiona - a bupropiona é uma medicação originalmente criada como antidepressivo, mas que se revelou, inclusive, mais útil no tratamento do tabagismo que na depressão; ela pode ser adquirida apenas com receita médica e deve ... Deve-se iniciar o tratamento uma semana antes da data marcada para a cessação, administrando 0,5 mg, uma vez ao dia, nos três primeiros dias, duas vezes ao dia, do quarto ao sétimo dia, e 1 mg, duas vezes ao dia, após o oitavo dia, sempre após as refeições e durante 12 semanas, podendo ser estendido por até mais 12 semanas. Compre o livro Tabagismo - Do Diagnóstico Ao Tratamento, Eduarda Pestana.

Além disso, causa 25% das mortes por doença coronariana e 45% dos óbitos por infarto agudo do miocárdio na faixa etária abaixo de 65 anos. Suas consequências vão muito além disso e, portanto, investir em um tratamento para tabagismo é essencial. More about this open access article on DOAJ.

LIVROS RELACIONADOS