Parque Olimpíco Contra Vila Autódromo

Parque Olimpíco Contra Vila Autódromo Leia o livro diretamente no seu navegador. Baixe o livro em formato PDF, TXT, FB2 em seu smartphone. E muito mais em hoshan.org.

EM FORMAÇÃO

AUTOR
DIMENSÃO
11,29 MB
NOME DO ARQUIVO
Parque Olimpíco Contra Vila Autódromo.pdf
ISBN
6652508677015

DESCRIÇÃO

O livro de Mariana Medeiros, obra integrante da “Coleção Crítica do Direito: experiências sociais e jurídicas”, organizada pelos professores Enzo Bello e Ricardo Falbo, é um convite para reflexão informada sobre os conjuntos de símbolos e de práticas que têm produzido a cidade do Rio de Janeiro, nos seus compromissos, históricos e periódicos, com o capital privado. A construção do Parque Olímpico, arregimentando a simbologia perversa da política do legado dos Megaeventos e a captura corporativa da política urbana, da forma-jurídica e da forma-planejamento, conta parte da história que vem desenhando o Rio de Janeiro como cidade-produto, espaço de privilégio da “governança flexível” que alia o uso casuístico do sistema jurídico com o empresariamento da gestão.Contudo, a cidade não é redutível ao enlace Estado-capital e, nesses termos, o livro também é um chamado para o urbano como modo de vida que se produz à despeito dos acertos às portas fechadas. A história da (r)existência da Vila Autódromo marca a simultaneidade de projetos distintos de cidade, de vida e de visões de mundo que habitam, aqui e agora, nosso espaço e que se afirmam pela sua não equivalência e sua contradição. As trajetórias de luta das famílias contra a lógica da despossessão contam também da “desmedida” da exploração e da violência e, mais ainda, da força, da criatividade e da potência dos sujeitos, sobretudo mulheres, que reinventam no cotidiano lugares melhores de se viver e com mais chance de futuro. Julia Ávila FranzoniProfessora do Departamento de Teoria do Direito da FND-UFRJLabá – Direito, Espaço & Política

Não adianta tapar os derrames da Vila Olímpica. A face real dos Jogos é a Vila Autódromo.

1 abr 2015. 17h47. Se os Jogos Olímpicos fossem hoje e não daqui a cinco meses, os jornalistas acomodados no hotel espelhado de quatro estrelas dentro do Parque Olímpico teriam vista para a Vila Autódromo. Se os Jogos Olímpicos fossem hoje e não daqui a cinco meses, os jornalistas acomodados no hotel espelhado de quatro estrelas dentro do Parque Olímpico teriam vista para a Vila Autódromo.

LIVROS RELACIONADOS