A Fêmea da Espécie - Col. Negra

A Fêmea da Espécie - Col. Negra - Oates,Joyce Carol | Hoshan.org Temos o prazer de apresentar o livro . em PDF, TXT, FB2 ou qualquer outro formato possível em hoshan.org.

EM FORMAÇÃO

AUTOR
Oates,Joyce Carol
DIMENSÃO
5,99 MB
NOME DO ARQUIVO
A Fêmea da Espécie - Col. Negra.pdf
ISBN
5187115672563

DESCRIÇÃO

A FÊMEA DA ESPÉCIE reúne nove perturbadores contos de Joyce Carol Oates, uma das maiores romancistas da literatura contemporânea norte-americana. No livro, diversas mulheres se deparam com o mal ao seu redor e se surpreendem com a maldade que descobrem em si mesmas. Dona de uma visão perversamente penetrante, a autora demonstra por que as fêmeas da nossa espécie - sejam meninas de 6 anos, esposas aparentemente dedicadas, ou mães idosas - são por natureza mais mortíferas do que os machos.No primeiro texto, “Que Deus me ajude”, uma jovem está sozinha em casa quando o telefone toca. Do outro lado da linha, uma estranha voz flerta com ela. Seria um simples trote ou o marido ciumento testando a esposa? Por que não um desconhecido que, aparentemente, sabe coisas demais sobre ela? Em “Fantoches na avenida” uma dondoca infeliz descobre uma porta secreta em sua loja favorita e insiste com as funcionárias para ver o que há ali atrás. Mas nem sua imaginação febril poderia esperar o horror que se esconde do outro lado.Adúlteras, de vida fácil ou de família... pouco importa: as mulheres do livro de súbito nos fazem de reféns e provam que de frágil não têm nada. A FÊMEA DA ESPÉCIE é mais um livro emocionante da Coleção Negra da Editora Record

gilba DeLong e Martinson 1972. Lista das Espécies de Ceratopogonídae.321. col.,1977, em pseudocaule de bananeira e casqueiro de cacau, armo extração.

Como os embriões das aves já desde o início de sua formação, tem o sangue quente da espécie, aves como a Marreca-colhereira precisam manter os ovos aquecidos. que algumas espécies dessa família voam sobre as copas das árvores para dispersão, oviposição ou a procura de alimento. Neste trabalho registram-se duas fêmeas e dois machos provenientes do município de Presidente Figueiredo, estado do Amazonas, representando o primeiro registro da fêmea tons acastanhados.

LIVROS RELACIONADOS