Grande Reforma Urbana do Rio de Janeiro -Pereira Passos, Rodrigues Alves e As Ideias de Civilização

Grande Reforma Urbana do Rio de Janeiro -Pereira Passos, Rodrigues Alves e As Ideias de Civilização - Azevedo,Andre Nunes De | Hoshan.org Leia o livro diretamente no seu navegador. Baixe o livro em formato PDF, TXT, FB2 em seu smartphone. E muito mais em hoshan.org.

EM FORMAÇÃO

AUTOR
Azevedo,Andre Nunes De
DIMENSÃO
11,10 MB
NOME DO ARQUIVO
Grande Reforma Urbana do Rio de Janeiro -Pereira Passos, Rodrigues Alves e As Ideias de Civilização.pdf
ISBN
9859979568885

DESCRIÇÃO

Da leitura desta obra surge um Pereira Passos humano, complexo, não apenas a figura-símbolo da imagem da Reforma Passos, ilustrada pela historiografia dos anos 1980 como o homem do “bota-fora”, da exclusão das classes trabalhadoras do centro do Rio de Janeiro. O autor nos apresenta um engenheiro humanista, erudito, colecionador, formado na conjunção entre romantismo e conservadorismo, que marcou o projeto moral do Império. O prefeito das reformas que reconfiguraram a identidade do Rio de Janeiro mostra-se aqui de corpo inteiro. As ideias de Pereira Passos como um “Haussmann tropical”, ou do Rio de Janeiro como uma cópia superficial de Paris, são veementemente refutadas com riqueza de argumentos, farta pesquisa documental e erudição invejável. No lugar de uma “Reforma”, vemos diversos projetos de intervenção em disputa, cada um deles com seus “projetos morais”, suas concepções de tempo, história e vida urbana. No lugar da cidade vitrine, vemos emergir, por entre diversas camadas de historicidade, uma cidade que resiste como sujeito, complexa, profunda, algumas vezes contraditória e ambivalente. Este livro é também uma declaração de amor ao Rio, a defesa e o reconhecimento da centralidade de uma história e uma paisagem. Para quem conhece a cidade, é a descoberta de novas camadas, de novos sentidos para ruas e prédios que ainda estruturam a vida cotidiana.

Campinas: Pontes, 2014. As experiências de colaboração entre entidades oficiais de representação estudantil e setores do movimento sindical brasileiro, da cidade ou do campo, não tiveram um sentido linear e nem inato ao desenvolvimento da política dessas organizações. DINIZ, Eli.

São As origens da reforma sanitária e do SUS. In: Paulo: Hucitec.

LIVROS RELACIONADOS