Reis, Bispos e Rabinos Das Polêmicas Anti-Judaicas À Invenção do Converso na Alta Idade Média

Reis, Bispos e Rabinos Das Polêmicas Anti-Judaicas À Invenção do Converso na Alta Idade Média - Sancovsky ,Renata Rozental | Hoshan.org Temos o prazer de apresentar o livro . em PDF, TXT, FB2 ou qualquer outro formato possível em hoshan.org.

EM FORMAÇÃO

AUTOR
Sancovsky ,Renata Rozental
DIMENSÃO
12,73 MB
NOME DO ARQUIVO
Reis, Bispos e Rabinos Das Polêmicas Anti-Judaicas À Invenção do Converso na Alta Idade Média.pdf
ISBN
9717194857036

DESCRIÇÃO

O trabalho que o leitor verá a seguir tem por base a dissertação de mestrado da autora, apresentada ao Programa de Pós- Graduação em História Social PPGHIS da UFRJ, e tem por objetivo, após longo trabalho de revisão conteudística e atualização historiográfica, analisar as relações socioculturais entre judeus e cristãos na Península Ibérica Medieval, entre os séculos V e VII d.C. Para esta temática, ineditamente, propõe-se estabelecer diálogos entre cotidiano, cultura e sociedade. Em se tratando da produção historigráfica, são conhecidas algumas obras dedicadas à abordagem das relações entre Judaísmo e Cristianismo na Península Ibérica Medieval. Entretanto o mesmo não se pode afirmar em relação à literatura polêmica judaicocristã, e ao surgimento do converso e do judaizante (cristão ou judeu batizado) , enquanto importantes componentes sociais na Alta Idade Média. Ainda que se reconheça hoje, a relevância da diversidade para o estudo do componente hispano-visigodo, os medievalistas ainda não declararam total autonomia em relação ao escopo institucional-jurídico-eclesiástico, que sempre vigorou nos debates historiográficos sobre a Península Ibérica Visigoda. A mesma falta de originalidade temático-interpretativa pode ser percebida em maior gravidade nos trabalhos sobre os judeus deste período. Eixo importante de nossa reflexão, a Península Ibérica, entre os séculos V e VII, apresenta peculiaridades nos perfis relacionais judaicocristãos, quando comparada às demais regiões mediterrâneas. É importante considerar que no mundo ibérico medieval por diversas vezes, comunidades sociorreligiosas inteiras - judaicas, heréticas ou pagãs -, foram forçadas a se converterem ao Cristianismo de natureza nicena. Portanto, as reverberações sociais e políticas de uma produção literária de natureza polêmica - adversus iudaeos (Contra Judeus) - sobre tal parcela do mundo mediterrâneo alcançam forte notoriedade e amplo espectro institucionais, aplicáveis aos universos episcopal, monástico, e monárquico. É neste região igualmente que, desde os primeiros séculos da Idade Média o Judaísmo passaria a ser praticado em segredo, suas instituições seriam diluídas, e novas categorias de desvio seriam construídas. No caso dos judeus forçosamente convertidos ao Cristianismo pelos atos batismais, serão esses então os principais alvos da política persecutória hispano-visigoda.

Em nota, os bispos comunicaram: "Estas palavras, pronunciadas depois de preocupantes atos de vandalismo contra lugares santos em Israel, são inaceitáveis . Para ortodoxos, Edir Macedo é um ator e templo suntuoso é apenas um cenário; Federação Israelita, no entanto, diz se sentir 'lisonjeada' com réplica e uso de vestimentas do judaísmo A 6 de Outubro de 1910, a revolução triunfara nas ruas de Lisboa e a República estava proclamada em Portugal. A casa das Irmãs Doroteias do Colégio do Quelhas, na capital, era um lugar de ... No recado para o interior da Igreja, o cardeal português disse que os bispos devem falar a uma só voz, "evitando, como num coro, desafinar".

Ainda no dia 1º de junho, o rabino ... NO CONTEXTO DA SUA ÉPOCA. Separata das Comunicações ao Colóquio ...

LIVROS RELACIONADOS