O Direito na Era das Redes - A Liberdade e o Delito no Ciberespaço

O Direito na Era das Redes - A Liberdade e o Delito no Ciberespaço - Jr,Jose Caldas Gois | Hoshan.org Temos o prazer de apresentar o livro . em PDF, TXT, FB2 ou qualquer outro formato possível em hoshan.org.

EM FORMAÇÃO

AUTOR
Jr,Jose Caldas Gois
DIMENSÃO
6,74 MB
NOME DO ARQUIVO
O Direito na Era das Redes - A Liberdade e o Delito no Ciberespaço.pdf
ISBN
7101364584642

DESCRIÇÃO

Escrito em linguagem clara e agradável, o livro encanta pela forma como as idéias são expostas, sem que se tenha perdido a qualidade da pesquisa e dos assuntos tratados. É um livro, portanto, moderno, escrito tanto para os jovens estudiosos quanto para os doutos, que podem aproveitar os conhecimentos que Gois tem da metodologia e da informática - notadamente para assuntos ligados à Internet e ao Cyber Law, para enfrentar os problemas que essa temática tem suscitado para o profissional do Direito´ - João Maurício Adeodato

Economize comprando em lojas confiáveis! Compare Preço de O Direito na Era das Redes - A Liberdade e o Delito no Ciberespaço - Jr, Jose Caldas Gois - 9798572833256. Economize comprando em lojas confiáveis! O livro "O Direito na Era das Redes - A Liberdade e o Delito no Ciberespaço", de autoria do advogado maranhense José Caldas Gois Jr., acaba de ser lançado nacionalmente pela editora Edipro ... Autor: GOIS JR, JOSE CALDASISBN: 8572833250EAN: 9798572833256Edição: 1ª20019798572833256 - DIREITO NA ERA DAS REDES Direito na Era das Redes, O - A Liberdade e o Delito no Ciberespaco [Jose Caldas Gois Jr.] on Amazon.com.

e em vários pontos ao longo deste, além de outros artigos. No Brasil, dentre as liberdades civis, podemos destacar também a liberdade religiosa, liberdade de expressão, liberdade de pensamento, liberdade de associação e reunião. Na verdade, pretende-se enfrentar o problema à luz dos conceitos e fundamentos do direito privado para justificar que a tutela preventiva em relação a esses direitos de personalidade tem se mostrado um instrumento eficaz e célere para a proteção dos direitos de personalidade das pessoas jurídicas quando em confronto com o direito à liberdade de expressão no âmbito das redes sociais. Na comunicação disponibilizada no final de uma reunião que decorreu hoje em Bruxelas os ministros defenderam que "todos os direitos humanos que existem offline devem também ser protegidos online, em particular o direito à liberdade de opinião e expressão". O mundo de fora proporciona aprendizados e lições, que o fazem tomar consciência dos seus limites e da sua capacidade de falhar", aponta o filósofo e professor Jorge Claudio Ribeiro.

LIVROS RELACIONADOS