Demiurgia Política - As Relações Entre a Razão e a Cidade Nas Leis de Platão

Demiurgia Política - As Relações Entre a Razão e a Cidade Nas Leis de Platão - R. Oliveira,Richard | Hoshan.org PDF, TXT, FB2. ePUB. MOBI. O livro foi escrito em 2021. Procure um livro sobre hoshan.org.

EM FORMAÇÃO

AUTOR
R. Oliveira,Richard
DIMENSÃO
7,82 MB
NOME DO ARQUIVO
Demiurgia Política - As Relações Entre a Razão e a Cidade Nas Leis de Platão.pdf
ISBN
1085195048947

DESCRIÇÃO

Neste livro, o autor analisa a aao politica do filósofo no último diálogo platônico, mostrando como o legislador trabalha artesanalmente as relações entre racionalidade e a vida dos homens na cidade.

Com isso, cada qual, em sua época, pode influenciar não só a religião católica como muitos pensadores ... Filósofos como Platão, Rousseau, John Dewey e Paulo Freire que pensavam a relação fundamental que existe entre o homem, a política e a educação: o homem como um ser de aprendizagem e que ao mesmo tempo precisa ser educado para a vida em sociedade, para exercer o seu papel de cidadão, tal como hoje preconiza a LDB (Lei de Diretrizes e Bases) à respeito dos principais objetivos do ... Os personagens dos diálogos de Platão tratam de diversos temas em praticamente todas as áreas da vida, privada ou pública, entre os principais temas encontramos, a política, arte, religião, justiça, medicina, vício e virtude, crime e castigo, sofrimento e prazer, sexualidade e a natureza humana, amor e sabedoria, entre outros. De qualquer forma, entende-se melhor agora a diferença entre Platão e Protágoras. Uma cidade inchada carece de uma política-medicina, que justamente se apresenta como uma técnica que não pode pertencer a todos 33.

O Novo Paradigma representa uma alternativa ao critério hermenêutico tradicional originalmente concebido por F. Schleiermacher - na medida em que não só admite a legitimidade filosófica da ... Foi apenas no século V que essa atividade começou a se tornar conhecida, havendo o uso do verbo grego philosophein, que significa filosofar, para identificá-la.Fatores como o desenvolvimento das cidades, as relações comerciais com outros povos e a importância do debate na Atenas clássica favoreceram a ênfase no uso da razão e, consequentemente, a atividade filosófica entre os gregos. Platão divide a alma em três partes ou funções: uma parte concupiscível ou sensual, a mais relacionada com as necessidades corporais; uma segunda parte irascível, correspondente aos impulsos e afetos, e, por último, a parte racional, mediante a qual é possível o conhecimento das ideias e a volição em sentido deliberativo, segundo a razão. Coleta de dados Preencher as mesmas informações sobre você de novo e de novo é frustrante.

LIVROS RELACIONADOS