O Trem Que Leva A Esperança

O Trem Que Leva A Esperança - Pick,Alison Lisboa,Adriana | Hoshan.org PDF, TXT, FB2. ePUB. MOBI. O livro foi escrito em 2021. Procure um livro sobre hoshan.org.

EM FORMAÇÃO

AUTOR
Pick,Alison Lisboa,Adriana
DIMENSÃO
4,17 MB
NOME DO ARQUIVO
O Trem Que Leva A Esperança.pdf
ISBN
7280069115577

DESCRIÇÃO

A saga de uma família judia separada pelo nazismo. A família Bauer levava uma rotina tranquila na antiga Tchecoslováquia. O rico industrial judeu Pavel Bauer deleitava-se com uísque e charutos caros, enquanto a esposa, Anneliese, usava Chanel e era figura assídua nos salões de ópera. Pepík, filho do casal, vivia sob os cuidados de Marta, a governanta. Porém, tudo mudou em 1939, ano de eclosão da Segunda Guerra Mundial. A região dos Sudetos, onde os Bauer viviam, foi tomada pelos nazistas e anexada ao território da Alemanha. Em meio à tensão generalizada, o pequeno Pepík e várias crianças judias foram enviadas à Escócia em um Kindertransport. Era o início de uma jornada de incerteza – talvez a única possibilidade de sobrevivência, e também de esperança. Neste relato, a história da família Bauer é contada através de duas vozes, a da governanta e a da historiadora Lisa, que, já no século XXI, se dedica a pesquisar o destino das crianças que partiram no Kindertransport – muitas das quais não conseguiram rever a família. O encontro das narrativas revela o destino dos Bauer, o importante papel da história e os caminhos que a humanidade ainda precisa percorrer para corrigir suas terríveis falhas.

Ah, meu trem que parte, Escuro e sujo! Trem de luxo No cotidiano, Com portas abertas (incertas) Que são bocas famintas ... Aqueles que partem de Nickelsdorf são, para eles, os trens da esperança. O último trajeto, talvez, para por fim a uma viagem penosa pela qual pagaram um alto preço. Trem de Poesia - Que trem doido é este? Embora pareça um título meio óbvio para um blog de um poeta mineiro, creio que vale o "risco".

Trem de perfumes Extravagantes, Em misturas exóticas De odores; Miss dior, num certo azêdo Do suor De mil axilas. O cheiro de peixe Que exala De caixotes, em jornal (sem igual).

LIVROS RELACIONADOS