Um Escritor No Fim do Mundo - Viagem Com Michel Houellebecq À Patagônia

Um Escritor No Fim do Mundo - Viagem Com Michel Houellebecq À Patagônia - Silva,Juremir Machado da | Hoshan.org PDF, TXT, FB2. ePUB. MOBI. O livro foi escrito em 2021. Procure um livro sobre hoshan.org.

EM FORMAÇÃO

AUTOR
Silva,Juremir Machado da
DIMENSÃO
5,11 MB
NOME DO ARQUIVO
Um Escritor No Fim do Mundo - Viagem Com Michel Houellebecq À Patagônia.pdf
ISBN
8735278565156

DESCRIÇÃO

Michel Houellebecq é o escritor francês mais bem-sucedido das últimas décadas. Furiosamente cínico, desesperançado, e às vezes, surpreendentemente idealista, o estilo provocativo de Houellebecq divide público e crítica. Sua prosa cáustica, elegante e pornográfica é notada por onde passa, deixando rastros de amor e ódio. Mas o que há realmente por trás dessa fachada ferina? O que o encanta, emociona, afeta?Em Um escritor no fim do mundo, Juremir Machado da Silva, um dos poucos amigos de Houellebecq, nos brinda com lampejos de sua personalidade visionária. A reserva do francês, paradoxalmente, se derreteu exposta ao frio do extremo sul das Américas. Em meio à bela, intocada e selvagem natureza patagônica, o fechado Houellebecq, de poucas palavras e muitos enigmas, mostra-se uma pessoa cativante, afetuosa e divertida. Frente ao paredão de gelo do Perito Moreno, ou acompanhado de um belo vinho argentino, abrigado dos ventos cortantes que vem da Antártida, Houellebecq deixa escapar suas impressões sobre literatura. Fala de filhos, de pais, de utopias, do passado e do futuro, sem qualquer afetação. Pondera sobre a inspiração ou porque escreve. E faz uma reflexão sobre o poder terapêutico da linguagem, o valor da arte, o belo, o humor, a ironia, a cultura.Mais que um relato de viagem, Um escritor no fim do mundo é um misto de antropologia tardia e sociologia precoce. São várias as questões essenciais e metafísicas. Qual a diferença entre uma foca e um lobo-marinho? Vale a pena ter filhos quando se pode ter um cachorro? Como falar de literatura na tv? O que não está perguntado ou respondido, está sugerido. Ou imaginado. Houellebecq revela-se um bom cantor, um grande imitador e um excelente fotógrafo.

(Ensaio) Record, Rio de Janeiro, ( 2011 ). A Sociedade midiocre - Passagem ao hiperespetacular: o fim do direito autoral, do livro e da escrita . E faz uma reflexão sobre o poder terapêutico da linguagem, o valor da arte, o belo, o humor, a ironia, a cultura.Mais que um relato de viagem, Um escritor no fim do mundo é um misto de antropologia tardia e sociologia precoce.

clique aqui. meus pedidos; Um escritor no fim do mundo: Viagem com Michel Houllebecq à Patagônia Em Um escritor no fim do mundo, Juremir Machado da Silva, um dos poucos amigos de Houellebecq, nos brinda com lampejos de sua personalidade visionária.

LIVROS RELACIONADOS