Edição antiga - Fábrica de Animais

Edição antiga - Fábrica de Animais Leia o livro diretamente no seu navegador. Baixe o livro em formato PDF, TXT, FB2 em seu smartphone. E muito mais em hoshan.org.

EM FORMAÇÃO

AUTOR
DIMENSÃO
12,56 MB
NOME DO ARQUIVO
Edição antiga - Fábrica de Animais.pdf
ISBN
8806219458258

DESCRIÇÃO

Lá, o novato Ron Decker, sentenciado a dois anos de reclusão por tráfico de drogas, conhece o veterano Earl Copen, que assume a tarefa de iniciar o jovem no brutal código de conduta de San Quentin e nas estratégias necessárias para a sobrevivência em um presídio. A surpreendente amizade que os dois desenvolvem rapidamente é colocada em prova quando Ron rejeita o convite homossexual de outro criminoso e dá início a um confronto que culmina num assassinato e numa tentativa de fuga. "Leva de um a dois anos para que a singularidade da prisão se desgaste de modo que sua realidade horrível possa se infiltrar. Homens que cometem suicídio o fazem ou na primeira erupção de vergonha, dentro de dias ou semanas, ou então depois de uns dois anos, quando tudo se revelou destituído de esperança. Nesse ínterim, não importa quanta agonia o homem possa sentir, ele também experimenta excitação, a excitação de aprender a lidar com uma sociedade fechada que reflete a sociedade livre como um espelho de parque de diversões reflete a forma humana: tudo está ali, porém distorcido. A prisão tem dois conjuntos de leis, Ron descobriu, as da administração e as dos detentos. Para recuperar a liberdade, não se pode ser apanhado violando as da administração, que se assemelham palidamente às restrições da sociedade. Mas para sobreviver é necessário seguir os códigos do submundo. Não é difícil fazer ambas as coisas para alguém que se mantém discreto e sem se envolver. Mas o homem que deseja prevalecer onde quer que esteja, incluindo a prisão, caminha sobre a corda bamba e corre perigo."

Ouça estações relacionadas a Fábrica de Animais no Vagalume.FM. MIX DE MÚSICAS.

leia a edição do dia. ... A Fábrica de Pólvora de Pólvora de Vale de Milhaços é atualmente abrangida no projeto IH4Future - Cultura Material, Cultura Científica: Património Industrial para o Futuro (Material Culture, Scientific Culture: Industrial Heritage for the Future) - Projetos de Desenvolvimento e Implementação de Infraestruturas de Investigação inseridas no RNIE - 2017 LISBOA-01-0145-FEDER-030292. Há mais de um mês que a ADP - Fertilizantes, a antiga Adubos de Portugal, está parada, já que a empresa ainda não pediu o levantamento da ordem de suspensão da actividade decretada pelas autoridades.

LIVROS RELACIONADOS