Até A Última Página: Uma História do Jornal do Brasil

Até A Última Página: Uma História do Jornal do Brasil - Motta,Cezar | Hoshan.org Leia o livro diretamente no seu navegador. Baixe o livro em formato PDF, TXT, FB2 em seu smartphone. E muito mais em hoshan.org.

EM FORMAÇÃO

AUTOR
Motta,Cezar
DIMENSÃO
7,47 MB
NOME DO ARQUIVO
Até A Última Página: Uma História do Jornal do Brasil.pdf
ISBN
8754703060167

DESCRIÇÃO

Um retrato minucioso e apaixonado do diário por onde passaram os mais brilhantes jornalistas e intelectuais brasileiros — a fantástica biografia do Jornal do Brasil desde sua criação até 2010. Sinônimo de excelência no jornalismo, inovação e modernidade, por muitas décadas o Jornal do Brasil foi a leitura diária de muitos brasileiros. O jornalista Cezar Motta entrevistou dezenas de pessoas e mergulhou fundo em uma extensa pesquisa documental para reconstituir a trajetória do JB desde a sua fundação, em abril de 1891, até o seu fim como jornal impresso, em 2010. O resultado é um livro fascinante, que aborda desde as relações do jornal com os governos civis e militares até o dia a dia da redação. Os eventos protagonizados por nomes do quilate de Alberto Dines, Elio Gaspari, Millôr Fernandes, Zózimo, Carlos Castello Branco, Amilcar de Castro, Carlos Lemos e Wilson Figueiredo, entre muitos outros, acabam por compor uma espécie de mosaico dos mais variados aspectos da sociedade brasileira durante quase um século. Até a última página é leitura indispensável para todos aqueles que desejam conhecer a ascensão e a queda de um dos jornais mais emblemáticos do país. “Esta grande reportagem tem tudo para se constituir em uma preciosa fonte para futuros historiadores, ao examinar bastidores da relação entre imprensa e poder, sobretudo ao longo do século XX no Brasil.” — Ana Maria Machado

Economize comprando em lojas confiáveis! Noté /5. Retrouvez Até a Última Página.

Tendo passado por diversas fases em mais de cem anos de história, o JB teve papel crucial na definição dos rumos da imprensa brasileira, sobretudo a partir de 1959, quando passou por uma revolucionária reforma gráfica e editorial. Em todos os jornais por onde andou - Última Hora, Correio da Manhã, Jornal do Brasil, Folha de S. Paulo, além do Estadão - muito ensinou até a quem acreditava já saber tudo sobre como ... Foi o Última Hora que incutiu nos repórteres a importância de ter um tamanho de texto em mente antes de finalizá-los, de modo que o diagramador não precisasse resumir uma matéria na capa do jornal para colocá-la na íntegra nas outras páginas, tampouco preencher "buracos" deixados por matérias pequenas demais com os chamados "calhaus" - textos menores cuja função é não deixar ... Em setembro de 1977, o Jornal do Brasil tornava pública a denúncia feita pelo advogado Wilson Lopes dos Santos, contratado pela família de Michel Frank, acusado do assassinato da jovem Cláudia Lessin e cognominado pela imprensa "o tubarão branco", segundo a qual a Última Hora teria tentado extorquir quinhentos mil cruzeiros de seus clientes para não dar grande destaque ao homicídio ... Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

LIVROS RELACIONADOS