O Movimento Romântico

O Movimento Romântico Temos o prazer de apresentar o livro . em PDF, TXT, FB2 ou qualquer outro formato possível em hoshan.org.

EM FORMAÇÃO

AUTOR
DIMENSÃO
8,49 MB
NOME DO ARQUIVO
O Movimento Romântico.pdf
ISBN
3806530454299

DESCRIÇÃO

Filho de financistas suíços, educado na Universidade de Cambridge, na Inglaterra, Alain de Botton é uma estrela da cena literária britânica. Seus livros são híbridos de aforismos filosóficos com relatos das esperanças e do fracasso amoroso dos anos 90. O resultado é uma reflexão original, onde a narrativa funde o ridículo, o solene e a poesia dos relacionamentos contemporâneos. Em O movimento romântico, Alain de Botton faz uma autópsia de uma relação condenada pela rotina. Usa as situações previsíveis do encontro e desencontro de personagens entediados da cena londrina: um jovem e pretensioso executivo de médio escalão do mercado financeiro, e uma depressiva funcionária de uma agência de publicidade. Mas recheia o relato com comparações com os romances e dados biográficos de Gustave Flaubert, e faz anedotas com citações de Schopenhauer e La Rochefoucauld. Visita Descartes, Platão, Wittgenstein e Aretha Franklin. Tudo é conjugado com uma crônica de costumes onde as transas, a fila do cinema, o sexo, o vício de consumo, o tédio do trabalho, das festas, o "ver e ser visto" nos restaurantes da moda e os pacotes de viagens românticas ganham um olhar filosófico temperado com as sutilezas do humor britânico. Ensaios de amor, a estréia literária de Alain de Botton, já foi traduzido em treze idiomas e lembrado como o Fragmentos de um discurso amoroso da cultura pop. Como o mestre Roland Barthes, Alain de Botton é um artífice da escrita que se serve de Filosofia, de clássicos da Literatura, do encanto e da banalidade dos relacionamentos para falar de amor, com elegância, erudição, desenvoltura e muito charme. Para o escritor John Updike, em um artigo na revista The New Yorker, "O movimento romântico é um foco de luz na natureza dos relacionamentos... o método de contar muito e mostrar pouco produz uma boa mostra de sabedoria e humor".

(p. 04-36) Se o século XVIII foi marcado pela objetividade, pelo Iluminismo e pela razão, o início do XIX seria baseado pelo lirismo, pela subjetividade, pela emoção e pelo "eu".

(F.C.CHAGAS) O movimento romântico, cujas origens estão na Alemanha e na Inglaterra, adquiriu na literatura brasileira um reflexo extraordinário porque: nossas letras contavam, à época, com artistas do talento de um Machado de Assis e de um Raul Pompéia; O tema sobre o Romantismo no Brasil é um dos favoritos do Enem e da Fuvest.Ele foi, não somente um movimento artístico (como nas artes plásticas e no teatro), mas também filosófico, combinando o racionalismo formal com uma visão mais emocional, enfatizando o "eu", a criatividade e o valor subjetivo da arte.. Além disso, o movimento foi crucial para revolucionar a prosa e a poesia ... Em "O movimento romântico", Alain de Botton usa as situações previsíveis do encontro e desencontro de personagens entediados da cena londrina: um jovem e pretensioso executivo de médio escalão do mercado financeiro, e a depressiva funcionária de uma agência de publicidade. O Romantismo foi um movimento literário e artístico que influenciou as pinturas, a literatura, a arquitetura e a música.

LIVROS RELACIONADOS